megar Poeira Estelar Star Dust

  • Female
  • 74
  • from Nos confins do Universo / In the confines of the Universe
  • Member since Feb 12th 2019
  • Last Activity:
Posts
256
Likes Received
33,518
Points
42,347
Profile Hits
1,876
  • Meus amigos,

    Por favor n√£o escrevam neste meu mural

    Se desejam contactar-me:

    - Para qualquer tipo de ajuda - enviem-me uma PM

    - Para fazer qualquer comentário - Escrevam no meu tópico de apresentação:

    megar - Em jeito de APRESENTA√á√ÉO e recorda√ß√Ķes

    Obrigada



    xxxXxxx



    My friends,

    Please don't write on my wall

    If you want to contact me:

    - For any kind of help - please send me a PM.

    - To leave a comment - please write it in my presentation thread:

    megar - Em jeito de APRESENTA√á√ÉO e recorda√ß√Ķes

    Thanks

  • ... a maior parte de n√≥s, a bem da sanidade, n√£o se fixa no fim. Andamos pelo mundo concentrados em preocupa√ß√Ķes terrenas. Aceitamos o inevit√°vel e dirigimos as nossas energias para outras coisas. No entanto o reconhecimento de que o nosso tempo √© finito est√° sempre presente, ajudando a dar forma √†s escolhas que fazemos, aos desafios que aceitamos, aos caminhos que tomamos. Tal como afirmava o antrop√≥logo Ernest Becker, encontramo-nos sob uma tens√£o existencial constante, atra√≠da para o c√©u por uma consci√™ncia que se pode elevar √† grandeza de Shakespeare, Beethoven e Einstein, mas amarrados √† terra por uma forma f√≠sica que se deteriorar√° at√© restar p√≥. "O Homem est√°, literalmente, dividido em dois: tem consci√™ncia da sua pr√≥pria singularidade espl√™ndida na qual sobressai na natureza com uma imponente grandiosidade e, no entanto, regressa a alguns palmos debaixo da terra por forma a, cegamente e em sil√™ncio absoluto, apodrecer e desaparecer para sempre". De acordo com Becker, somos impelidos por esta perce√ß√£o, a negar √† morte a capacidade de nos apagar. ...


    Brian Greene in: Até ao fim dos tempos

  • Ainda que por incont√°veis mundos Deus se d√™ a conhecer,

    Segui-lo apenas no nosso mundo ser√° o nosso dever.

    Aquele que através da imensa vastidão consiga olhar,

    Verá mundos e mais mundos um só Universo formar.

    Observai como o sistema para o sistema ir√° correr

    Que outros planetas em torno de outros sóis irão volver,

    Os seres variados que cada estrela poder√£o povoar,

    Que os céus nos tenham feito como somos poderá explicar.


    Alexander Pope in: An essay on Man (1733) - Ensaio sobre o Homem, poema filosófico in: ORIGENS de Neil deGrasse Tyson e Donald Goldsmith

  • ... ... cada avan√ßo no conhecimento do Cosmos revelou que vivemos numa part√≠cula de poeira c√≥smica, que gira em torno de uma estrela med√≠ocre nos sub√ļrbios distantes de um tipo banal de gal√°xia, entre 100 milh√Ķes de gal√°xias que povoam o Universo. O conhecimento da nossa irrelev√Ęncia c√≥smica desencadeia na mente humana mecanismos de defesa impressionantes... ...



    Neil deGrasse Tyson e Donald Goldsmith in: ORIGENS

  • Quem sou eu?


    4ª

    JRRoteu.png


    3ª.

    Pv9OOok.png

  • ( ... ... ) O experimentalista Joe Incandela disse-me: O que √© espantoso para mim √© que temos pessoas de v√°rios pa√≠ses de todo o mundo a trabalhar juntas. Palestinos e israelitas a trabalhar lado a lado, cientistas iranianos e iraquianos que trabalham juntos -- tais colabora√ß√Ķes na busca da megaci√™ncia n√£o deviam ser menosprezados. Joe Lykken, f√≠sico te√≥rico americano do Fermilab, meditou melancolicamente: "Se as Na√ß√Ķes Unidas pudessem trabalhar como o CERN, o mundo seria um lugar muito melhor." ( ... ... )



    Sean Carroll in: A Partícula no fim do Universo (Como a caça ao Bosão de Higgs nos levou ao limiar de um mundo novo)

  • Num combate temos que pensar que do outro lado est√° algu√©m que nos permite que ele aconte√ßa, caso contr√°rio ficar√≠amos a jogar sozinhos. Queremos advers√°rios, n√£o inimigos.

  • O s√©culo xx ser√° lembrado por tr√™s grandes inova√ß√Ķes: meios sem precedentes de salvar, prolongar e intensificar a vida; meios sem precedentes de destruir a vida, inclusive pondo a nossa civiliza√ß√£o global pela primeira vez em perigo; e percep√ß√Ķes sem precedentes da natureza de n√≥s mesmos e do Universo. Todos esses tr√™s desenvolvimentos foram realizados pela ci√™ncia e tecnologia, uma espada de dois gumes afiados. Todos os tr√™s t√™m ra√≠zes no passado distante.(...)


    Carl Sagan in:"Bili√Ķes e bili√Ķes"

  • A vida √© um piscar de olhos na imensid√£o do Universo e a morte √© a consequ√™ncia inevit√°vel da vida pois cada dia a mais √© um dia a menos, desde o segundo em que abrimos os olhos pela primeira vez.

  • KwsaTRM.png

  • As revolu√ß√Ķes cient√≠ficas importantes compartilham a propriedade ir√≥nica de deporem o Homem dos sucessivos pedestais onde se costuma colocar, seguro de possuir um estatuto c√≥smico privilegiado.


    Stephen Jay Gould

  • Quem sou eu?


    2ª.

    RnSqKmx.png



    1ª.

    jaoNIWH.png

  • O conhecimento do Cosmos √© muito mais que um luxo para o homem culto. √Č o fundamento da consci√™ncia c√≥smica. Esclarece a pesada responsabilidade que nos cabe ...


    Hubert Reeves in: Um pouco mais de azul (A evolução cósmica)

  • Nascido com o Universo, o Tempo faz parte da ordem do Mundo. A seta do Tempo flui inexoravelmente num s√≥ sentido. O Tempo n√£o existia antes do Universo e a sua evolu√ß√£o desenrolou-se sempre no mesmo sentido.


    Robert Clarke

  • N√ÉO TE SINTAS S√ď, TODO O UNIVERSO EST√Ā DENTRO DE TI.


    0bdqDOs.png

  • O UNIVERSO n√£o s√≥ √© mais estranho do que imaginamos, como √© mais estranho do que podemos imaginar.


    Sir Arthur Eddington

  • O que √© mais incompreens√≠vel no Universo, √© que ele seja compreens√≠vel.



    (Albert Einstein)

  • Viver na Terra pode ser caro, mas inclui uma viagem anual gr√°tis √† volta do Sol.


    (Anónimo)

  • Fiz um acordo de coexist√™ncia pac√≠fica com o Tempo:

    Nem ele me persegue, nem eu fujo dele Um dia a gente se encontra.

    Dessa forma, vou vivendo intensamente cada momento, pois

    Só a morte ninguém vence.
    Podemos vencer-lhe algumas batalhas, mas ela acaba sempre por vencer a guerra.‚ÄĚ

  • Ningu√©m nasce grande, nem ensinado

    Vamos para a frente, que atr√°s vem gente
    Porque não queremos ser empurrados ... Nem que nos passem à frente


    A rectaguarda é a linha da frente da parte de trás (PL)

    O difícil é fácil de executar. O impossível, demora mais um bocadinho

    Comenta, opina, argumenta, elogia, concorda, discorda ...
    Mas RESPEITA